Campanha de Aleitamento Materno incentiva implantação do Teste da Linguinha na Paraíba

3(203)Aproveitando a Semana Mundial de Aleitamento Materno 2013, fonoaudiólogos da Paraíba vão realizar diversas atividades com o intuito de sensibilizar categoria e gestores das maternidades do estado da Paraíba e a população em geral, para a importância da realização do teste da linguinha. Ação vai do dia 31 de julho a 2 de agosto** * * * O Conselho Regional de Fonoaudiologia 4ª Região (CREFONO 4) quer intensificar a divulgação e incentivar a implantação do Teste da Linguinha em todos os recém-nascidos e ampliar o acesso de bebês ao diagnóstico precoce da chamada “língua presa”. Aproveitando a Semana Mundial de Aleitamento Materno 2013, comemorado no próximo dia 1º de agosto, os fonoaudiólogos da Paraíba vão realizar diversas oficinas e atividades com o intuito de sensibilizar a categoria e os gestores das maternidades do estado da Paraíba. A ação começa na próxima quarta-feira (31 de julho) e segue até o dia 2 de agosto.

A abertura oficial da campanha será na quarta-feira (31 de julho), às 19h30, no Centro Universitário de João Pessoa (Unipê). Na oportunidade, fonoaudiólogos, profissionais de Saúde das redes de serviço, gestores de saúde, acadêmicos e professores das instituições de ensino superior e comunidade em geral participarão de uma mesa de debate sobre a intervenção fonoaudiológica neonatal.

Este ano, a novidade será a presença da fga. Roberta Martinelli/SP, idealizadora do exame. Ela ministrará a oficina “Teste da Linguinha”, na quinta-feira (1º de agosto), na Universidade Federal da Paraíba, das 8h às 12h. Atualmente, nenhum hospital público da Paraíba realiza o teste. As alterações na região abaixo da língua, conhecida como frênulo lingual curto, comprometem todos os ciclos da vida, iniciando pela alteração na maneira como o bebê engole, suga e mastiga. A inscrição para essa oficina custa R$ 50.

Outro problema diagnosticado pelos fonoaudiólogos que atuam nessa área é a falta de informação das mães quanto à importância desse exame. Problemas de amamentação terminam estressando muitas mães que não entendem o porquê das crianças não estarem mamando corretamente. Pensando em diminuir esse grau de desconhecimento, todas as entidades envolvidas nesse processo realizarão uma mobilização nas maternidades do estado. A ação será no próximo dia 2 de agosto, das 8h às 12h.

“Vamos realizar ações de promoção do aleitamento materno e sensibilização para a realização do Teste da Linguinha. Queremos orientar gestantes, mães em fase de amamentação, familiares e equipes de saúde sobre as vantagens da amamentação natural e sobre os benefícios da realização do Teste para a vida das crianças”, explicou o coordenador da campanha na Paraíba.

O fórum “Implantação do Teste da Língua no Estado da Paraíba”, promovido pelo CREFONO 4, encerrará a campanha do Aleitamento Materno na Paraíba na sexta-feira (2 de agosto), das 14h às 17h, no Auditório da FUNAD, na UFPB. O evento, que contatará com a participação de vereadores e deputados do Estado, tem como principal objetivo elaborar um documento elencando os principais benefícios da implantação do teste da linguinha em todas as maternidades do Estado. “Encaminharemos o documento para todos os parlamentares do nosso estado. Vamos lutar para que o Teste da Linguinha vire lei”, finalizou o fonoaudiólogo Giorvan Ânderson.

As inscrições para as demais oficinas custam R$ 10 e podem ser feitas através dos telefones (83) 8816-3310 ou (83) 8620-3620.

O Programa de Implantação do Teste da Linguinha no Estado da Paraíba é uma promoção da SBFa em parceria com o CREFONO4, Prefeitura Municipal de João Pessoa, Governo do Estado, UFPB e UNIPÊ.

*O QUE É O TESTE DA LINGUINHA* O exame é feito por fonoaudiólogos em crianças de até seis meses. Especialistas contam que o procedimento é importante para corrigir logo cedo problemas que limitam a sucção da criança durante a amamentação e também evita que o bebê cresça com dificuldades na fala. A técnica não causa dor alguma ao bebê. Primeiro, a profissional examina com os dedos o movimento da língua e a posição do frênulo, pele que fica sob o órgão. Em seguida, observa e grava a amamentação da criança, para depois analisar os detalhes.

*PESQUISA* A obrigatoriedade do Teste da Linguinha, assim como o Teste da Orelhinha, já se tornou lei no município de Brotas/SP. Lá, desde de setembro de 2012, todas as crianças que nascem na cidade realizam o teste. Para se ter ideia da problemática, em 2011, uma pesquisa realizada com 100 bebês, em Brotas, contatou-se que 15% apresentavam alteração no frênulo lingual. Uma outra pesquisa, da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, de 2002, constatou que cerca de 16% dos bebês que apresentaram problemas durante a amamentação tinham a língua presa naquele país.

Fonte Ascom

Compartilhe

Você pode se Interessar:

Anuidade ABRAMO 2022