Teste da Linguinha pode ser obrigatório em maternidades

Hospitais e maternidades podem ser obrigados a promover o chamado “Teste da Linguinha” em recém-nascidos.

É o que determina projeto de lei (005.00068.2013) apresentado pelo vereador de Curitiba, Valdemir Soares (PRB), para quem “o teste é um procedimento de grande importância para diagnóstico precoce e, se necessário, tratamento adequado, corrigindo problemas imediatos como sucção na amamentação, deglutição e, posteriormente, mastigação e fala”.

Desenvolvido no Brasil pela fonoaudióloga Roberta Martinelli, o teste da Linguinha determina a ocorrência da chamada “língua presa” em recém-nascidos, verificação que antes era realizada apenas por meio da observação visual. “Existem graus variados de língua presa, daí a importância de haver um teste que leve em consideração os aspectos anatômicos e funcionais para fazer um diagnóstico preciso e indicar a necessidade, ou não, de intervenção”, esclareceu o vereador Valdemir.
O parlamentar destacou que “a proposta vem com o objetivo de diagnosticar e tratar precocemente as limitações de movimentos da língua causadas pela língua presa: sugar, mastigar, engolir e falar.” Ainda segundo o vereador, a medida foi adotada oficialmente pelo município de Brotas, em São Paulo, e também conta com o apoio de entidades como a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, a Associação Brasileira de Motricidade Orofacial e o Conselho Federal de Fonoaudiologia. “O diagnóstico precoce terá como resultado uma diminuição da incidência do problema, e esta foi a motivação que levou à apresentação deste projeto”, destacou o parlamentar.
A proposição começou a tramitar nesta semana na Câmara de Curitiba e segue para análise das comissões permanentes antes de vir a plenário. Ela só pode ser arquivada pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação ou por iniciativa do próprio autor. Todo esse trâmite pode ser conferido por meio do Sistema de Proposições Legislativas (SPL), disponível na página da Câmara na internet.

Compartilhe

Você pode se Interessar:

Anuidade ABRAMO 2022